VOU SURFAR E ESTÁ CALOR, DEVO AQUECER?

O Brasil é um país tropical onde na maior parte das regiões a temperatura alcança valores superiores aos 30º C, o que leva muitos praticantes do surf a deixarem de lado a realização do aquecimento. Porém, o que muitos não sabem, é que o aquecimento vai muito além de simplesmente elevar a temperatura corporal.Dedicar 20 minutos ao aquecimento antes de entrar na água e começar a remar para as ondas, pode influenciar o desempenho do seu surf e principalmente auxiliar na prevenção de lesões. A função do aquecimento, além de elevar a temperatura corporal, promove o aumento dos aspectos abaixo:Frequência Cardíaca, proporcionando maior fluxo de sangue chegando na musculatura;Resistência das articulações, da lubrificação da cápsula articular, do deslizamento das fibras musculares e da espessura das articulações (cerca de 12 a 13%, permitindo uma melhor nutrição e prevenindo lesões);Excitabilidade do Sistema Nervoso Central, o que eleva o rendimento mental e auxilia na tomada de decisão no mar;Velocidade das reações bioquímicas, o que favorece os processos de liberação de energia;Rapidez das mensagens nervosas e motoras, contribuindo para a execução dos movimentos técnicos do surf;Ação da mioglobina e hemoglobina, o que favorece maior liberação de oxigênio. O aquecimento deve seguir um passo a passo. É sugerido que seja iniciado com movimentos globais, ou seja, trabalhando o corpo como um todo, passando pela mobilização de grandes grupamentos musculares até chegar aos exercícios específicos do surf, para excitar e preparar a musculatura específica.O segundo passo visa o coração e os pulmões. Para isso é realizada a excitação do sistema cardiopulmonar (aumento gradual do débito cardíaco e da ventilação pulmonar) através de exercícios que elevem a frequência cardíaca e o volume respiratório.Por fim, . O aquecimento psíquico, que pode ser feito através da mentalização, controle da respiração e outras técnicas, deseja elevar o estado motivacional, a concentração e o controle de sentimentos como ansiedade e medo. Esses fatores devem ser administrados de acordo com as condições de mar que o surfista irá enfrentar. Dos iniciantes das marolas aos , o aquecimento deve ser feito de forma sistêmica para proporcionar um dia de surf agradável, prolongado, minimizando as dores e os riscos.
Fica a dica e boas ondas!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *