PEQUENOS ATLETAS

O QUE É?

O programa PEQUENOS ATLETAS do CDPD é uma metodologia de orientação esportiva para crianças a partir de 4 anos. A metodologia estimula as capacidades físicas básicas em movimentos coordenativos globais e específicos de diferentes grupos de modalidades, e, inclui análises pedagógica, física, sociológica e motora, com objetivo de detectar os potenciais físicas das crianças.  Os resultados obtidos direcionam as crianças à grupos específicos de modalidades esportivas, onde tendem a ter maior aptidão.

Além de identificar e desenvolver as potencialidades físicas, o projeto “Pequenos Atletas” procura fomentar o desenvolvimento das inteligências múltiplas. Amplamente divulgada e aceita, a teoria de inteligências múltiplas surgiu para combater o método tradicional de avaliação de habilidade cognitiva humana, definido em psicometria como teste de QI. Sendo então, observados e identificados 7 campos de desenvolvimento de habilidade cognitiva (inteligência) nos humanos. Com a evolução dos estudos e teorias, mais 2 campos, totalizando 9, foram sugeridos e identificados.

​​

​​​​

COMO FUNCIONA?

As modalidades esportivas se agrupam em grupos que possuem características similares durante sua execução motora e competitiva. A identificação e conhecimento dessas características permitem aos profissionais envolvidos no treinamento, realizarem uma segmentação das tarefas com foco na especificidade de cada modalidade.

As crianças são avaliadas durante as aulas, sem saber que estão sendo avaliadas, de forma lúdica. Os resultados coletados são armazenados e ao final de um ciclo (individual para cada criança) é apresentado um relatório aos pais e responsáveis com sugestões, indicações e observações acerca do desenvolvimento da criança.

​​​​​​​​​​​Modalidades de Coordenação: Estas modalidades caracterizam-se pelo alto nível de exigência coordenativa dos atletas: simetria e bilateralidade são fundamentais para o êxito, porém existe ainda o aspecto artístico, ou seja, as apresentações dos atletas são avaliadas por árbitros e, portanto, os desempenhos físico e técnico podem ser suplantados por uma interpretação subjetiva.

Modalidades de Jogos Coletivos: Nestas modalidades, a principal característica é a existência e a disputa por um artefato, que sofre a aplicação da técnica dos atletas (geralmente é uma bola).

Modalidades de Velocidade, Força e Resistência: Estas modalidades caracterizam-se basicamente pela aplicação de técnicas e do esforço físico, utilizando-se de estratégias relativamente simples.

Modalidades de Exatidão e Precisão: Estas modalidades caracterizam-se pelo alto nível de exigência das noções espacial e temporal, aliadas à coordenação óculo-manual apurada.

Modalidades Intelectivas: Nestas modalidades o desempenho físico ocupa um segundo plano, pois a solicitação maior é do intelecto do atleta. Podemos ter o confronto entre um atleta bem condicionado fisicamente e um tetraplégico, por exemplo.

Modalidades de Condução: Nestas modalidades, o atleta conta com um implemento que permite seu deslocamento durante o percurso, e em alguns esportes deste grupo, este implemento torna-se decisivo para o bom desempenho.

Modalidades Combinadas: Este grupo apresenta a combinação de duas ou mais modalidades desportivas que são geralmente de característica cíclica.

Modalidades de Combate: Nestas modalidades, a principal característica é o objetivo dos atletas: o corpo do adversário – atingir, imobilizar, ferir ou nocautear o oponente.